23.06.2014

segunda-feira, ‎23‎ de ‎junho‎ de ‎2014

 

“Quando pecarem contra ti ( pois não há homem que não peque ), e tu te indignares contra eles, e os entregares nas mãos do inimigo, para que os que os cativarem os levem em cativeiro à terra do inimigo, quer longe ou perto esteja; e, na terra aonde forem levados em cativeiro, tornarem em si, e se converterem, e na terra do seu cativeiro te suplicarem, dizendo: Pecamos, e perversamente agimos, e cometemos iniquidade; e, se converterem a ti de todo o seu coração e de toda a sua alma, na terra de seus inimigos que os levaram em cativeiro, e orarem a ti para a banda da terra que deste a seus pais, para esta cidade que elegeste e para esta casa que edifiquei ao teu nome; ouve, então, nos céus, assento da tua habitação, a sua oração e a sua súplica, e faze-lhes justiça.”

1 Reis 8:46-49

 Para Refletir

 

Temos um poderoso inimigo que não somente odeia todo ser humano feito à imagem de Deus, mas dedica a mais terrível inimizade a Deus e a Jesus Cristo, Seu Filho unigênito. Quando os homens se entregam a si mesmos como escravos de Satanás, este não manifesta para eles a inimizade que evidencia contra os que levam o nome de Cristo e se dedicam ao serviço de Deus. Odeia-os com ódio implacável. Sabe que pode ofender a Jesus colocando-os sob o poder de seus enganos, insultando-os, debilitando sua fé, incapacitando-os para servir a Deus como se requer que o façam sob o seu Capitão Jesus Cristo. Satanás permite que os que estão atados a seu carro como escravos desfrutem certa medida de tranquilidade, porque são seus cativos voluntários; mas a sua inimizade é despertada quando chega até eles a mensagem de misericórdia e procuram desvencilhar-se de seu poder, para seguirem o verdadeiro Pastor. É então que ele procura atá-los com cadeias adicionais para retê-los em seu cativeiro. O conflito entre a alma e Satanás começa quando o cativo passa a puxar a corrente, suspirando por ver-se livre; pois o agente humano começa a cooperar com os seres celestiais quando a fé se apega a Cristo. É então que o mais Poderoso do que todos os fortes homens de guerra Se torna o auxiliador da alma, e o pobre cativo é fortalecido pelo Espírito Santo para conseguir sua liberdade.

Deus tem profundo e ardente amor por todo membro da família humana; ninguém é esquecido, ninguém é deixado sem amparo e enganado de modo que o inimigo o vença. E se os que se alistaram no exército de Cristo se revestirem de toda a armadura de Deus e a usarem, resistirão a todos os assaltos do inimigo. Os que realmente desejam ser ensinados por Deus e andar em Seus caminhos têm a segura promessa de que, se sentem falta de sabedoria e a pedem a Deus, Ele a dará  liberalmente, e nada lhes impropera. Diz o apóstolo: “Peça-a, porém, com fé, não duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento e lançada de uma para outra parte. Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa. O homem de coração dobre é inconstante em todos os seus caminhos.” Tia. 1:6-8. Deus responde por toda promessa e não podemos desonrá-Lo mais do que duvidando e vacilando, pedindo e não crendo, e dando então expressão à dúvida. Se não recebeis imediatamente o que pedis, haveis de prosseguir em obstinação e descrença? Crede; crede que Deus fará exatamente o que Ele prometeu. Continuai elevando as vossas orações, e vigiai, trabalhai e esperai. Combatei o bom combate da fé. Dizei a vosso coração: “Deus me convidou a ir a Ele. Ouviu minha oração. Empenhou Sua palavra prometendo receber-me, e cumprirá Sua promessa. Posso confiar em Deus; porque de tal maneira me amou que deu o Seu Filho unigênito para morrer por mim. O Filho de Deus é o meu Redentor.” “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.” Mat. 7:7. “Se, vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos Céus, dará bens aos que Lhe pedirem?” Mat. 7:11.

Livro: Fundamentos da Educação Cristã Capítulo: Palavras aos Estudantes Páginas: 299-300 Autor: Ellen G. White

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s