11.07.2014

‎sexta-feira, ‎11‎ de ‎julho‎ de ‎2014

 

“Se alguém for condenado à morte, segundo as leis do Senhor, não poderá ser resgatado. Será morto.”

Levítico 27:29

 Para Refletir

 

Estais em Cristo? Não, se vos não reconhecerdes como perdidos, desajudados, condenados pecadores. Não, se estais exaltando e glorificando o próprio eu. Se há qualquer bem em vós, deve atribuir-se inteiramente à misericórdia de um compassivo Salvador. Vosso nascimento, vossa reputação, vossa riqueza, vossos talentos, vossas virtudes, piedade, filantropia, ou qualquer outra coisa em vós ou convosco relacionada, não formará um laço de união entre vossa alma e Cristo. Vossa ligação com a igreja, o modo como os irmãos vos considerem, não terá qualquer valor a menos que creiais em Cristo. Não basta crer a respeito dEle; precisais crer nEle. Tendes de confiar inteiramente em Sua graça salvadora.

Muitos de vós […] estais vivendo sem oração, sem reflexão sobre Cristo e sem exaltá-Lo diante dos que vos rodeiam. Não tendes palavras para exaltar a Cristo; não praticais obras que O honrem. Muitos de vós são tão estranhos a Cristo como se jamais houvessem realmente ouvido o Seu nome. Não tendes a paz de Cristo, pois não possuís o verdadeiro terreno para a paz. Não tendes comunhão com Deus porque não estais unidos em Cristo. Disse nosso Salvador: “Ninguém vem ao Pai senão por Mim.” João 14:6. Não tendes utilidade na causa de Cristo. A não ser que permaneçais em Mim, disse Jesus, nada podeis fazer – nada à vista de Deus, nada que Cristo aceite de vossas mãos. Sem Cristo nada podeis ter exceto uma enganadora esperança, pois Ele mesmo declara: “Se alguém não permanecer em Mim, será lançado fora, à semelhança do ramo, e secará; e o apanham, lançam no fogo e o queimam.” João 15:6.

O progresso na vida cristã é caracterizado por maior humildade, em resultado do aumento de conhecimento. Todo aquele que é unido a Cristo se afastará de toda a iniqüidade. Digo-vos, no temor de Deus, que me foi mostrado que muitos de vós perderão a vida eterna porque estais erguendo vossas esperanças do Céu sobre um alicerce falso. Deus vos está deixando aos cuidados próprios, “para te humilhar, para te provar, para saber o que estava no teu coração”. Deut. 8:2. Negligenciastes as Escrituras. Desprezais e rejeitais os testemunhos porque eles reprovam vossos acariciados pecados e perturbam vossa autocomiseração. Quando Cristo é desejado no coração, Sua semelhança será revelada na vida. Reinará a humildade onde outrora predominava o orgulho. A submissão, a mansidão e a paciência abrandarão as asperezas da disposição por natureza perversa, impetuosa. O amor a Jesus se manifestará em amor ao Seu povo. Não é intermitente, espasmódico, mas calmo, profundo e forte. A vida do cristão será despida de toda a pretensão, livre de toda a afetação, artifício e falsidade.

Livro: Conselhos Sobre Educação Capítulo: Importante Testemunho Páginas: 78-79 Autor: Ellen G. White

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s