14.01.2013

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

 

Durante sete dias não saireis da porta da tenda da revelação, até que se cumpram os dias da vossa consagração; porquanto por sete dias ele vos consagrará.

Levítico 8:33

Para Refletir…

 

Deus pede completa e inteira consagração, e não aceitará nada menos do que isto. Quanto mais difícil vossa posição, tanto mais necessitais de Jesus. O amor e o temor de Deus conservaram José puro e imaculado na corte do rei. Ele foi exaltado a grandes riquezas, à elevada honra de ser o primeiro depois do rei; e essa elevação foi tão repentina quão grande.

É impossível permanecer sem perigo sobre um pico elevado. A tempestade deixa incólume a modesta flor do vale, enquanto luta com a altaneira árvore que se acha sobre o topo da montanha. Há muitos homens aos quais Deus poderia ter usado com maravilhoso sucesso quando opressos pela pobreza – Ele poderia tê-los feito úteis aqui, coroando-os com glória no futuro – mas a prosperidade os arruinou; foram arrastados para o abismo, porque se esqueceram de ser humildes, esqueceram-se de que Deus era sua força, e se tornaram independentes e auto-suficientes. Estes perigos vos dizem respeito.

José suportou a prova do caráter na adversidade, e o ouro não perdeu o seu brilho na prosperidade. Demonstrou para com a vontade de Deus, quando estava junto ao trono, a mesma elevada consideração que revelou quando na cela de prisioneiro. José levava sua religião para onde quer que fosse, e este foi o segredo de sua inquebrantável fidelidade. Como homens representativos, deveis possuir o poder todo-penetrante da verdadeira piedade. Afirmo-vos, no temor de Deus, que vosso caminho está cercado de perigos que não vedes nem sentis. Deveis abrigar-vos em Jesus. Não estareis a salvo enquanto não segurardes a mão de Cristo. Deveis precaver-vos contra tudo o que se assemelha a presunção, e alimentar aquele espírito que prefere sofrer a pecar. Nenhuma vitória que possais alcançar terá metade do valor da conseguida sobre o eu. […]

Não basta lermos as Escrituras. Devemos pedir ao Senhor que encha nosso obstinado coração de Seu Espírito, a fim de que possamos compreender o significado de Suas palavras. A fim de podermos ser beneficiados pela leitura das palavras de Cristo, cumpre que façamos aplicação correta delas aos nossos casos individuais.

(Medicina e Salvação Ellen G. White)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s