23.12.2013

‎segunda-feira, ‎23‎ de ‎dezembro‎ de ‎2013

 

“Eis que isso já o havemos inquirido, e assim o é; ouve-o, e conhece-o para teu bem.”

Jó 5:27

Para Refletir

Muitos se julgam aptos para uma obra acerca da qual bem pouco conhecem; e se começam a trabalhar confiantes em si mesmos, deixam de receber o conhecimento que precisam obter na escola de Cristo. Estes se acham condenados a lutar com muitas dificuldades, para as quais estão inteiramente desprevenidos. Faltar-lhes-á sempre a experiência e a sabedoria até reconhecerem sua grande ineficiência.

Muito se tem perdido para a causa devido ao trabalho imperfeito de homens, dotados de aptidões, mas que não receberam o devido preparo. Empenharam-se numa obra de cuja prática não entendiam, e em resultado, pouco chegaram a realizar. Não fizeram a décima parte do que poderiam ter produzido, houvessem eles recebido a necessária disciplina ao princípio. Apoderaram-se de algumas idéias, procuraram assenhorear-se de alguns discursos, e aí findou seu progresso. Sentiram-se aptos para ensinar, quando mal se haviam tornado senhores do abc no conhecimento da verdade. Têm estado desde então a tropeçar, não correspondendo ao que devem a si mesmos, nem à obra. Não parecem ter bastante interesse para despertar as energias adormecidas, ou ativar as faculdades de modo a se tornarem obreiros eficientes. Não se deram a trabalhos para delinear planos completos e bem combinados, e sua obra apresenta deficiência por toda parte.

Alguns desistiram, possuídos de desânimo, dedicando-se a outra profissão. Houvessem eles colocado, paciente e humildemente, os pés nos primeiros degraus da escada, e depois, com perseverante energia, subindo degrau a degrau, desenvolvendo diligentemente os privilégios e oportunidades ao seu alcance, ter-se-iam tornado obreiros úteis, aprovados para o ministério, e de quem o Mestre Se não haveria de envergonhar.

Se os que se propõem a trabalhar pela salvação das almas, se estribam em sua própria, finita sabedoria, hão de certamente fracassar. Se alimentarem de si mesmos conceito humilde, confiando inteiramente nas promessas de Deus, Ele nunca lhes faltará. “Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-O em todos os teus caminhos, e Ele endireitará as tuas veredas.” Prov. 3:5 e 6. Temos o privilégio de ser dirigidos por um sábio Conselheiro.

Deus pode tornar homens humildes, poderosos em Seu serviço. Aqueles que atendem obedientes ao chamado do dever, desenvolvendo o mais possível suas aptidões, podem estar certos de receber divina assistência. Os anjos virão como mensageiros de luz para ajudar os que fazem o possível de sua parte, e depois confiam em que Deus coopere com seus esforços.

(Obreiros Evangélicos – Ellen G. White)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s