03.08.2012

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

 

E muitas nações passarão por esta cidade, e dirá cada um ao seu companheiro: Por que procedeu o Senhor assim com esta grande cidade? Então responderão: Porque deixaram o pacto do Senhor seu Deus, e adoraram a outros deuses, e os serviram.

Jeremias 22:8-9

Para Refletir…

 

Moisés foi chamado para labutar de parceria com o Senhor, e foi a simplicidade de seu caráter, associada à educação prática, que o tornou um homem tão representativo. No auge de sua glória humana, o Senhor permitiu que Moisés revelasse a insensatez da sabedoria do homem, a debilidade da força humana, para que pudesse compreender seu total desamparo e sua ineficiência sem ser amparado pelo Senhor Jesus.

A precipitação de Moisés em matar o egípcio foi instigada por um espírito presunçoso. A fé age na força e sabedoria de Deus, e não segundo os métodos humanos. Por meio de simples fé, Moisés foi habilitado a transpor dificuldades e a vencer obstáculos que quase pareciam insuperáveis. Quando eles confiavam nEle, e não em seu poder, o poderoso General dos Exércitos era fiel a Israel. Livrou-os de muitas dificuldades de que jamais teriam escapado se fossem abandonados a sua própria sorte. Deus conseguiu manifestar Seu grande poder por intermédio de Moisés em virtude de sua constante fé no poder e nas amorosas intenções de seu Libertador. Foi essa implícita fé em Deus que fez de Moisés o que ele era. Segundo tudo o que lhe ordenou o Senhor, assim procedeu ele. Toda a erudição dos sábios não poderia, porém, torná-lo um instrumento pelo qual o Senhor pudesse trabalhar enquanto não perdesse a confiança em si mesmo, não compreendesse seu desamparo e não pusesse a confiança em Deus; enquanto não estivesse disposto a obedecer às ordens de Deus, quer parecessem ou não apropriadas a seu raciocínio humano.

As pessoas que recusam avançar até que vejam todo passo claramente assinalado à sua frente, nunca efetuarão muita coisa; mas todo homem que manifesta sua fé e confiança em Deus submetendo-se voluntariamente a Ele, suportando a disciplina divina que lhe é imposta, tornar-se-á um obreiro de êxito para o Senhor da vinha. Em seus esforços para habilitar-se a ser cooperadores de Deus, os homens com freqüência se colocam em tais posições que os inabilitam completamente para a moldagem e modelação que o Senhor deseja dar-lhes. Não são, pois, portadores, como Moisés, da semelhança divina. Submetendo-se à disciplina de Deus, Moisés tornou-se um instrumento santificado por cujo intermédio o Senhor podia operar. Ele não hesitou em trocar o seu caminho pelo caminho do Senhor, embora este o conduzisse por caminhos estranhos, por sendas ainda não palmilhadas. Não se atreveu a fazer uso de sua educação para mostrar a insensatez das ordens de Deus e a impossibilidade de obedecer-lhes. Não; ele deu bem pouco valor às suas próprias qualidades para completar com êxito a grande obra que o Senhor lhe havia designado. Quando começou o seu encargo de livrar o povo de Deus da servidão em que se achava, segundo todas as probabilidades humanas esse empreendimento era assaz inauspicioso; mas ele confiou nAquele para o qual tudo é possível.

Numerosas pessoas em nossos dias têm tido muito melhores oportunidades e desfrutado muito maiores privilégios para obter conhecimento de Deus, do que Moisés; mas a fé deste último confunde sua manifesta incredulidade. Ao mandado de Deus, Moisés avançava, embora não houvesse adiante coisa alguma em que firmar os pés. Mais de um milhão de pessoas dependiam dele, e conduziu-as passo a passo, dia após dia. Deus permitiu essas solitárias jornadas através do deserto, a fim de que Seu povo pudesse adquirir experiência no suportar asperezas, e para que, quando estivessem em perigo, soubessem que unicamente em Deus havia alívio e livramento, aprendendo assim a conhecer a Deus e a confiar nEle, e a servi-Lo com fé viva. Não foi o ensino das escolas do Egito que habilitou Moisés a triunfar de todos os seus inimigos, mas persistente, infalível fé, fé que não faltou sob as mais difíceis circunstâncias.

(Fundamentos da Educação Cristã Ellen G. White)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s