Garota de 18 Anos vai Casar com o Pai Biológico Após Dois Anos de Namoro

O incesto é um dos maiores tabus da sexualidade. A prática é considerada repulsiva na maioria das culturas, mas pode ser mais frequente do que imaginamos. Ainda nos anos 1980, Barbara Gonyo, fundadora de um grupo de apoio para crianças adotadas, cunhou o termo atração sexual genética para definir a atração e sentimentos surgidos entre crianças adotadas e seus pais biológicos.

Por causa da polêmica causada por esse tema, poucas pessoas relatam suas experiências. No entanto, a revista norte-americana New York Magazine traz a história de uma garota de 18 anos, da região dos Grandes Lagos (norte dos EUA) e que vai casar com o pai biológico após um namoro de dois anos.

Segundo o relato da moça, os pais a conceberam aos 18 anos, no baile de formatura do colegial e se separam durante a gestação dela. “Os problemas psicológicos da minha mãe contribuíram para o término do relacionamento. Criada pelos avós maternos, a menina pouco teve contato com o pai – as visitas eram marcadas por discussões do casal.

Quando ela tinha 15 anos, o pai escreveu a ela. Ela comentou sentir falta do pai e a mãe perguntou a ela como era possível sentir falta de alguém que que ela mal conhecia. De acordo com a menina, “a mãe sempre se relacionava com caras errados e ela não se sentia próxima dos padrastos – eu sentia falta de uma figura paterna”.

Apenas aos 17 anos, ela pôde reencontrar o pai. Controladora, a mãe tinha a senha de acesso ao Facebook da jovem. Quando o pai a adicionava no Facebook, o pedido era rejeitado pela mãe. Após o contato via Internet, eles começaram a se ver pessoalmente – o pai mora a 30 minutos da casa da mãe.

Depois de um tempo, ela pediu para passar uma semana com o pai – ele morava com a namorada. Na quarta noite, eles se beijaram e ela acabou perdendo a virgindade com o pai biológico. “Não me senti estranha, foi como se eu estivesse fazendo amor com um homem com quem eu estava junto há anos”.

Em seu depoimento, ela diz que a família materna os vêem como pai e filha, já a família paterna os vê como um casal. Eles pretendem se mudar para Nova Jersey, pois lá o incesto entre adultos não é considerado ilegal. O casal também deseja ter filhos biológicos e não teme riscos à saúde do bebê. O que você acha da história?

Fonte: Yahoo Noticias

Nota: O fato não é novo, mas, é uma clara evidencia de como o mundo segue um caminho sem volta! Assim como foi nos dias de Noé e de Ló vemos como se avoluma o pecado.

O pior de tudo é que a história é tão absurda, que a jovem, sendo virgem antes do ocorrido, diz: “Não me senti estranha, foi como se eu estivesse fazendo amor com um homem com quem eu estava junto há anos”. A justificativa é descabível, de onde ela tirou base de uma relação duradoura sendo que nunca passou por uma? De lugar nenhum! Porque todo ato insano, necessita de uma argumentação da mesma natureza.

“Quem do imundo tirará o puro? Ninguém.” Jó 14:4. “Homens de coração corrupto tramam a impiedade, como se não houvesse Providência a dirigir superiormente as coisas, a fim de obstar seus desígnios […] O Senhor declara: “Não quiseram o Meu conselho e desprezaram toda a Minha repreensão. Portanto comerão do fruto do seu caminho, e fartar-se-ão dos seus próprios conselhos. Porque o desvio dos simples os matará, e a prosperidade dos loucos os destruirá.” Prov. 1:30-32.

Se não olharem para Cristo, o esforço humano será em vão para liberta-los de qualquer “controle” maligno. “É-nos impossível, por nós mesmos, escapar ao abismo do pecado em que estamos mergulhados. Nosso coração é ímpio, e não o podemos transformar. … A educação, a cultura, o exercício da vontade, o esforço humano, todos têm sua devida esfera de ação, mas neste caso são impotentes. Poderão levar a um procedimento exteriormente correto, mas não podem mudar o coração; são incapazes de purificar as fontes da vida. É preciso um poder que opere interiormente, uma nova vida que proceda do alto, antes que os homens possam substituir o pecado pela santidade.” [Caminho a Cristo, p. 18]

Anúncios

Sobre Silvio L. Marcelino

Cristão (Adventista do Sétimo Dia). Tecnólogo em Marketing, Licenciado em História - Atualmente atua como Professor de História.
Esse post foi publicado em Família, Notícias, Sexualidade, Sinais do Fim, Verdades Para o Tempo do Fim. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s