Santuário Do Roncador – Comunidade Tem Ritual De Cura Com Pirâmides De 400kg Suspensas No Ar

Fantástico vai ao Santuário do Roncador, que fiéis visitam há 30 anos em busca de curas e de contato com um mundo paralelo.

O Fantástico investiga os segredos do Santuário do Roncador, que fiéis visitam há 30 anos em busca de curas e de contato com um mundo paralelo.

Uma gruta gigantesca onde centenas de pessoas vestidas de branco passam por rituais de cura. Pirâmides de 400 kg levitando a um metro do chão. Um castelo de telhados coloridos no meio do nada onde vive uma matriarca reclusa. O Fantástico vai quebrar o silêncio de uma comunidade esotérica que se fechou por 30 anos: o Santuário Místico do Roncador.

Roncador. O nome veio do estrondo do vento nos paredões. A Serra do Roncador começa em Barra do Garças, em Mato Grosso, e vai até o Sul do Pará. Exatamente onde passa o Paralelo 15, vê-se um imenso número 15 em uma das encostas da serra, como se fosse pintado à mão. Onde estranhas pegadas aparecem incrustadas nas cavernas. Onde os místicos garantem existir um portal para um mundo paralelo. […]

Há doze anos, o economista Cláudio Carone largou tudo em São Paulo para virar bispo da igreja gnóstica, em Barra do Garças que acredita em um mundo intraterreno, onde mestres espirituais viveriam debaixo da terra.

“Eles fazem a ligação entre os mundos subterrâneos e nós, que estamos aqui na superfície”, revela Cláudio Carone.

A única pessoa capaz de entrar em contato com o mundo subterrâneo vive no santuário. “Ela é uma intermediária dos mestres do Roncador”, conta o bispo gnóstico. …

Fonte: G1 (Confira o restante da matéria aqui).

Nota: Está matéria foi ao ar na edição do programa Fantástico (Rede Globo) neste domingo, 22 de junho de 2014. Bem, acontecimentos como este não são tão novos ou reveladores. Ao longo das ultimas décadas temos visto noticias semelhantes.

Mas é sempre bom salientar que as maiores ocorrências de manifestações satânicas ocorreram na proximidade do nascimento e vida de Cristo. E semelhantemente, quando estamos próximos da segunda e definitiva vinda de Cristo, muitos fenômenos sobrenaturais começam a aparecer! Porque será? Certamente para desviar muitos do caminho da Salvação, unicamente concedida pela fé no Filho de Deus, Cristo Jesus nosso Senhor!

Analisando desta forma, vemos que Cristo, ao responder a indagação dos seus discípulos quando iniciava o sermão profético sobre o principio das dores, disse: […] “Chegaram-se a ele os seus discípulos, em particular, dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane, porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.” (Mateus 24:3-5).

No capitulo 24 do Evangelho de Mateus Jesus aborda muitas circunstâncias que evidenciam sua vinda, mas em primeiro lugar Ele deixa claro que devemos nos acautelarmos dos enganados!

Resolvi abordar este assunto, porque muitos dos termos utilizados pelos adeptos deste grupo e, principalmente o fato de chamarem constantemente os “espíritos ministradores” de mestre, são contrários aos ensinos da Santa Palavra de Deus que deixa bem claro que devemos nos dirigir a Cristo, e somente a Ele como Mestre.

“Vós me chamais Mestre e Senhor e dizeis bem, porque eu o sou.” (João 13:13). “Nem sereis chamados mestres, porque um só é o vosso Mestre, que é o Cristo.” (Mateus 23:10).

E tudo isto vai de encontro ao que Roger Morneau escreveu no seu livro “Viagem ao Sobrenatural” (clicando aqui você pode baixar ou ler o liro online). O Sr Morneau foi durante muito tempo adepto, na escala mais alta dos cultos espiritas, onde os seguidores cultuam (adoram) o próprio anjo caído, satanás. [SM]

Ele relata em algumas passagens do livro:

“O plano do nosso mestre tornou-se um enorme sucesso. Quando chegou o  dia em que, pelo exemplo de Salomão, o povo de Israel adorou a Astarote, deusa dos  sidônios; Camos [ou Quemos], deus dos moabitas; e Milcom, deus dos filhos de Amom  [ver I Reis 11:33] – quando o povo se prostrou diante de ídolos que representavam  espíritos de demônios – o nosso grande mestre sentiu que o seu triunfo foi completo. Seu  grande objetivo fora alcançado. Na realidade, o mundo inteiro estava sob seu comando.” [pag. 25]

“O grande mestre não deixa nada ao léu da  sorte. Com planos bem amadurecidos e grande cuidado, ele coloca as suas armadilhas a  fim de cativar a mente de milhões dos mais sábios mortais, obtendo assim a lealdade  destes na vida presente e por toda a eternidade.” [pag. 25]

“Depois de termos conversado mais um pouco com o líder espírita, ele nos perguntou:

– Vocês têm mais alguma pergunta que gostariam de fosse respondida? Enquanto estivéramos a observar as pinturas, eu havia notado que o altar de Satanás parecia ser de mármore maciço, medindo aproximadamente 2,80 metros de comprimento por 80 centímetros de largura.

– O altar do mestre parece ser um bloco maciço – eu observei. – Como colocaram um objeto tão pesado aqui embaixo?

O sacerdote sorriu.

– Você é um bom observador, Sr. Morneau. Ou, poderia ser que o mestre imprimiu esta observação na sua mente para que ele lhe pudesse revelar o grande poder dele?…  Deixem-me, então, falar-lhes a respeito do poder dos espíritos. … Disse ele:

– O altar do mestre foi colocado em sua atual localização através do mesmo poder que os sacerdotes druidas usaram para erguer as enormes estátuas de Stonehenge – o poder dos espíritos ou, em outras palavras, o processo de levitação. Os espíritos me revelaram as grandes realizações dos sacerdotes druidas, entre os antigos celtas na França, Inglaterra e Irlanda, há mais de 28 séculos. Foi-me mostrado que ao meio-dia e à meia-noite, na fase da lua cheia, os druidas levitavam blocos de rochas pesando até 28 toneladas, e os colocavam em sua exata posição, na construção de seus lugares de adoração.

Continuou:

– Sei por experiência que o poder dos espíritos não tem limite… durante o nosso serviço devocional da meia-noite, eles levitaram o altar de mármore até o seu presente lugar.” [Pag. 28]

“… Tive mais uma oportunidade de discutir acerca de Satanás e seus anjos com o sumo sacerdote. Quando mencionei que eu pensara encontrar pessoas de aparência rude, ele caiu em risos.

– Os adoradores de espíritos, bem como os membros de qualquer sociedade, variam muito. Frequentemente, refletem a cultura local. Ao viajar, você poderá notar que, onde é maior o índice de analfabetismo, a superstição prevalece. Essas pessoas farão uso das mais degradantes formas de culto. Em tais casos, os espíritos se deleitam em induzir as pessoas a agirem assim porque sabem que isto entristece o seu grande rival, Cristo – que disse que atrairia todos os homens a Si. Mas, inúmeras vezes através dos séculos, os espíritos têm demonstrado que Ele estava errado. Milhões e milhões já desceram à sepultura sem jamais terem ouvido falar de Seu nome e, menos ainda, crido nEle.” [Pag. 30]

Vemos então, que a veneração aos espíritos, piramides suspensas, curas, etc. Tudo isto pertencem ao mistério da iniquidade, enganos e mentiras arquitetadas pelo arqui-inimigo.

Ellen White, salienta:

“Satanás agora está fazendo por intermédio de pessoas semelhantes a Tomás Paine o que ele tem procurado fazer desde sua queda. Ele está, mediante o seu poder e prodígios de mentira, demolindo o fundamento da esperança cristã e obscurecendo o Sol que deve iluminá-los no estreito caminho para o Céu. Está fazendo o mundo crer que a Bíblia não é inspirada, nem melhor que qualquer livro de histórias, enquanto apresenta alguma coisa que lhe ocupe o lugar, isto é, o que se intitula manifestações espiritualistas!

Aqui está um meio que lhe é inteiramente dedicado e sob o seu controle, e Satanás pode fazer o mundo crer o que quiser. O livro que deve julgá-lo, e aos seus seguidores, ele o pôs na sombra, onde bem queria. O Salvador do mundo ele faz parecer não mais que um homem comum; e como a guarda romana que vigiava a tumba de Jesus espalhou a falsa notícia que os principais sacerdotes e anciãos lhe puseram nos lábios, assim os pobres, iludidos seguidores dessas pretensas manifestações espiritualistas repetirão e procurarão fazer parecer que nada há de miraculoso no nascimento, morte e ressurreição de nosso Salvador. Depois de haverem colocado Jesus num segundo plano, atraem a atenção do mundo para si mesmos e para os seus milagres e prodígios de mentira, os quais, declaram, excedem em muito as obras de Cristo. Assim o mundo é apanhado na cilada e conduzido a um enganador sentimento de segurança, para não descobrir seu terrível engano até que sejam derramadas as sete últimas pragas. Satanás ri ao ver seu plano tão bem-sucedido, e o mundo inteiro apanhado no engano.” (Primeiros Escritos, p. 91-92)

Anúncios

Sobre Silvio L. Marcelino

Cristão (Adventista do Sétimo Dia). Tecnólogo em Marketing, Licenciado em História - Atualmente atua como Professor de História.
Esse post foi publicado em Mensagem de Esperança. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s