Um Chamado ao Amor à Bíblia

Meu primeiro encontro com a Bíblia foi um “acidente”. Ocorreu comigo aquilo que o Pr. Fernando Iglesias cantou em uma de suas músicas: “jogaram fora o livro / encontrei-o e li.” Eu já iniciava minhas primeiras incursões no mundo das letras, quando encontrei o velho livro de capa preta em um lixo, numa das muitas ruas de minha cidade natal. Levei para casa, e curioso, comecei a ler. Deleitava-me nas histórias da pesca maravilhosa, das bodas de Caná e muitas outras. Minha idade era de 10 anos.

Eu não sabia, mas o que eu tinha em mãos era uma parte da Bíblia, o Novo Testamento, em uma versão inglês-português. Tive, posteriormente contato com uma membro da Igreja Adventista que havia chegado de Belo Horizonte, e tive a alegria de receber uma Bíblia completa de presente e meu primeiro estudo orientado da Bíblia, o curso “Encontro com a Vida”. Hoje, depois de mais de trinta anos em contato com o Sagrado Livro, ele se tornou para mim, o meu particular tesouro. Confesso que desde então, não consigo ter um dia plenamente feliz sem um tempo de leitura e reflexão da Palavra Inspirada.

Em sua segunda epístola a Timóteo, Paulo afirma: “Toda Escritura é inspirada por Deus…” (2Tm 3:14). A ideia que subjaz nas palavras de Paulo é que para ele, as Escrituras Sagradas contêm o “sopro de Deus”. Atualizando, Paulo está dizendo: “Toda Escritura tem o sopro de Deus…” Do mesmo modo que o primeiro homem, Adão, no começo de nossa história recebeu o sopro de Deus para que experimentasse a dádiva da vida, a promessa é de que a mesma experiência ocorra com todo aquele que se dedica à leitura das Escrituras. No contato com as sagradas letras, o crente recebe o refrigério de Deus, o sopro do Espírito, a novidade de vida, a renovação do gozo da alegria da salvação.

Sei que há muitos que ainda necessitam descobrir o amor pela Sagrada Escritura. Mas sinto que a grande carência é de uma redescoberta do primeiro amor. De um retorno à nossa paixão pelo sagrado Livro. No início, para nós, tudo era novidade. Cada história, cada parábola ou profecia compreendida enchia nosso coração de gozo. Porém, depois de alguns anos, a Bíblia se tornou para muitos um livro sem graça, sem novidades e assim muitos preferiram leituras mais excitantes como os romances seculares que abarrotam as prateleiras das livrarias de nosso tempo.

O povo Adventista tem sido por anos, reconhecido como o povo da Bíblia. É tempo de buscar uma renovação desse espírito. Vivemos em uma era confusa, em um tempo saturado de trabalhos, entretenimentos e variados apelos aos sentidos. Há uma tendência perceptível para um afastamento da dedicação à leitura da santa Palavra de Deus. E com o objetivo de estimular os membros em toda a América do Sul, a liderança da igreja está enfatizando um movimento de retorno às Escrituras. O programa que pretende se tornar um estilo de vida para os membros tem como slogan “Reavivados pela Sua Palavra”. A proposta é que os crentes adventistas se dediquem não apenas a uma leitura mecânica da Bíblia, ou ao costumeiro “ano bíblico” – (leitura da Bíblia em um ano) – mas que se debruçasse sobre a Bíblia para escutá-la, compreende-la e assim comunicá-la a por meio das redes sociais. Há esperança de que essa proposta promova um reavivamento pelo interesse na Palavra de Deus.

Tenho buscado praticar essa disciplina proposta pela igreja e tenho tido cada dia maiores vislumbres da mensagem de salvação anunciada pelos mensageiros inspirados de Deus. E meu desejo e oração é que isso se transforme em uma revolução na vida de todos os crentes que aguardam o refrigério pela presença do Senhor e desejam viver na alegria da esperança de um encontro com Ele.

Para deleite, deixo abaixo a impressão de grandes homens que se aproximaram do Santo Livro de Deus. Que nos sirva de estímulo para buscarmos o gozo que eles também sentiram.

Billy Graham – “Sem a Bíblia, este mundo seria de fato um lugar triste e assustador, destituído de qualquer faro indicativo.”

Abraão Lincoln – “Creio que a Bíblia é o melhor presente que Deus deu ao homem. Todo o bem, da parte do Salvador do mundo, nos é transmitido mediante este livro”.

W.E. Gladstone – “Dos grandes homens do mundo, meus contemporâneos, tenho conhecido noventa e cinco, e desses, oitenta e sete foram seguidores da Bíblia. A Bíblia assinala-se por uma peculiaridade de origem. Uma distância imensurável separa-a de todos os outros livros.”

George Washington – “Impossível é governar bem o mundo sem Deus e sem a Bíblia.”

Donald G.Barnhouse – “Estude a Bíblia para ser sábio; creia na mesma para ser salvo; siga o seus ditames para ser santo.”

Napoleão Bonaparte – “A Bíblia não é um simples livro, senão uma criatura vivente, dotada de uma força que vence a quantos se lhe opõem.”

Rainha Vitória – “Este livro dá a razão da supremacia na Inglaterra.”

Sir Isaac Newton – “Há mais indícios seguros da autenticidade da Bíblia do que em qualquer história profana.”

Thomas Carlyle – “A Bíblia é a expressão mais verdadeira que, em letras do alfabeto, saiu da alma do homem, mediante a qual, como através de uma janela divinamente aberta, todos podem fitar a quietude da eternidade e vislumbrar seu lar longínquo, há muito esquecido.”

AB. Langston – “A Bíblia é a Geografia da alma.”

John Ruskin – “Qualquer que seja o mérito de alguma coisa escrita por mim, deve-se tão só ao fato de que, quando eu era menino, minha mãe lia todos os dias para mim um trecho da Bíblia, e cada dia fazia-me decorar uma parte dessa leitura.”

César Cantu – “A Bíblia é o livro de todos os séculos, de todos os povos e de todas as idades.”

Lord Tennyson – “A leitura da Bíblia já em si é uma educação.”

U.S.Grant – “A Bíblia é a âncora-mestra de nossas liberdades.”

W. H. Seward – “Toda esperança de progresso humano depende da influência sempre crescente da Bíblia.”

Goethe – “Tenho lido muitos livros sagrados, mas este livro me lê.”…”Continue avançando a cultura intelectual. Progridam as ciências naturais sempre mais em extensão e profundidade; expanda-se o espírito humano tanto quanto queira; além da elevação e da cultura moral do cristianismo, como ele resplandece nos Evangelhos, é que não irão.”

Dwigt L. Moody – “Creio que a Bíblia é inspirada porque ela me inspira.”

Patrick Henry – “A Bíblia vale a soma de todos os outros livros que já se imprimiram.”

Ferrar Fenton – “Nas escrituras hebraico-cristãs temos a única chave que abre para o homem o mistério do universo e para esse mesmo homem, o mistério do seu próprio eu.”

Charles Dickens – “O NT é mesmo o melhor livro que já se conheceu ou que há de se conhecer no mundo.”

Galileu – “A Bíblia não nos foi dada para sabermos como é o céu, mas, como irmos ao céu.”

Robert E. Lee – “Em todas as minhas perplexidades e angústias a Bíblia nunca deixou de me fornecer luz e vigor”.

Andrew Jackson – “Este livro, Senhor, é o rochedo no qual se fundamenta a nossa República.”

Horace Greeley – “É impossível escravizar mental ou socialmente um povo que lê a Bíblia. Os princípios bíblicos são os fundamentos da liberdade humana.”

Sir William Herschel – “Todas as descobertas humanas parecem ter sido feitas com o propósito único de confirmar cada vez mais fortemente as verdades contidas nas Sagradas Escrituras.”

Thomas Watson – “A Bíblia revela o coração ímpio do homem e o coração perdedor de Deus.”

Imamnuel Kant – “A existência da Bíblia, como livro para o povo, é o maior benefício que a raça humana já experimentou. Todo o esforço por depreciá-la é um crime contra a humanidade.”

Will H. Houghton – “Muitos livros foram publicados para nossa informação; a Bíblia, contudo, nos foi concedida para nossa transformação.”

John Quincy Adams – “Tão grande é a minha veneração pela Bíblia que, quanto mais cedo meus filhos começarem a lê-la, tanto mais confiado espero que eles serão cidadãos úteis à pátria e membros respeitáveis da sociedade. Há muitos anos que adoto o costume de ler a Bíblia toda, uma vez por ano.”

D. Pedro II – “Eu amo a Bíblia. Leio-a todos os dias e quanto mais leio, mais a amo. Há alguns que não gostam da Bíblia. Eu não os entendo, não compreendo a tais pessoas, mas eu amo; amo a sua simplicidade, as suas repetições e reiterações da verdade. Como disse, eu leio-a quotidianamente e gosto cada vez mais dela.”

Finalizo apenas com uma dica: Leiamos a Bíblia.

Fonte: Crendo e Compreendendo

Nota: Este é um testemunho do pastor Claudio Soares Sampaio.

Anúncios

Sobre Silvio L. Marcelino

Cristão (Adventista do Sétimo Dia). Tecnólogo em Marketing, Licenciado em História - Atualmente atua como Professor de História.
Esse post foi publicado em Bíblia: Fonte da Verdade, E Conhecereis A Verdade..., Nisto Cremos, Testemunho, Um Bom Conselho. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s