Igreja Anglicana Decreta O “Fim” Do Pecado E A “Aposentadoria” Do Diabo

Uma das mais antigas e influentes denominações evangélicas do mundo, a Igreja Episcopal Anglicana, anunciou uma mudança que terá sérias consequências teológicas nos próximos anos. Apoiados pelo seu líder máximo, o Arcebispo de Canterbury Justin Welby, a Igreja iniciou uma mudança nas cerimônias de batismo que exclui a menção ao pecado e ao diabo.

Com cerca de 150.000 batismos por ano só na Inglaterra, as mudanças devem ser brevemente apoiadas pelo Sínodo Geral. A justificativa é que as pessoas que participam das cerimônias precisavam de uma linguagem mais moderna, que pudessem compreender.

A cerimônia de batismo entre os anglicanos ocorre quando a criança é levada pelos pais até o pastor. Através de uma leitura responsiva, os presentes dão declarações de sua fé, com destaque para os pais da criança.

Essas novas perguntas e respostas incomodou muitos dos líderes e teólogos da Igreja, que acusam a liderança atual de quebrar não só uma tradição secular, mas também os ensinamentos da Bíblia. Na prática, é como se a Igreja estivesse decretando o “fim do pecado” e a aposentadoria do diabo.

Segundo o jornal Daily Mail deste domingo, vários bispos se manifestaram contrários. Um membro sênior do Sínodo Geral, que não quis ser identificado, disparou: “O problema é que grande parte da Igreja da Inglaterra não acreditam mais no inferno, no pecado ou no arrependimento. Eles acham que podemos simplesmente nos dar as mãos e sorrir… vamos todos para o céu. Isso certamente não é o que Jesus pensava. Se você excluir o pecado original e arrependimento sobra muito pouco da mensagem original [do batismo]”.

A principal reclamação é que tanto o pecado quanto o diabo foram substituídos pelo termo “mal”. Alison Ruoff, membro do Sínodo Geral de Londres, disse que a nova versão é “fraca, confusa e sem convicção… Ao remover qualquer menção ao diabo e à rebelião contra Deus, somos deixados à nossa própria compreensão vaga do que o conceito de ‘mal’ pode ou não significar”.

O projeto de mudança elaborado pela Comissão Liturgia da Igreja usa como justificativa o fato de que a maioria dos anglicanos hoje em dia só vai à igreja para batizados, casamentos ou funerais.

O bispo Stephen Platten, que preside a Comissão, justifica que o arrependimento está implícito em frases que incitam as pessoas a “se afastar do mal”, e defendeu a omissão do diabo, dizendo que era “teologicamente problemática”. Finalizou dizendo “estamos apenas preocupados de que as pessoas que estão vindo para o batismo entendam o que está sendo dito”.

A polêmica não é nova, existem há pelo menos dois anos movimentos que propõe uma linguagem “menos bíblica e mais realista”. A oração tradicional, descrita no Livro de Oração Comum, sofreu poucas alterações desde que foi instituída, há cerca de 400 anos. A cerimônia de batismo permaneceu inalterada até que foi revista em 1980. Esta é a terceira revisão em 30 anos.

Segundo o bispo Michael Nazir-Ali “Desde a década de 1970 surgiu uma moda na Igreja da Inglaterra que visa minimizar a profundidade e o mistério da adoração por causa da alegada necessidade de tornar os cultos mais ‘acessíveis’. A Igreja de Cristo sempre considerou o arrependimento algo necessário para o início da vida cristã… Por causa de sua vontade que todos sintam-se bem-vindos e seu desejo de não ofender ninguém, o novo batismo quase totalmente acaba com o pecado e com a necessidade de arrependimento”.

Fonte: Notícias Gospel Prime

Nota: Tudo que o diabo sempre quis.  Agora ele está conseguindo… Com incrível maestria! Cristo comissionou sua igreja para ir e pregar as Boas Novas da salvação e batizar as pessoas pela Trindade (Em nome do Pai, Filho e Espirito Santo). Se a igreja adere a está causa, deixou a coluna fundamental da sua existência, rejeitando o sacrifício do Filho de Deus e a salvação pelos Seus méritos! É como uma ciência exata. Qual a logica de uma igreja existir se não existe a consciência do pecado, o arrependimento e a renovação da vida através do batismo? Nenhuma! Ela vira um clube, um lugar de recreação e socialização.

Mas confesso que este tipo de notícia não me surpreende! Eu vejo que o pseudo cristianismo ira trilhar este caminho, já que hoje em dia, a pregação da teologia da Graça (Jesus te ama; uma vez salvo, para sempre salvo) isenta [numa deturpada compreensão] as pessoas de um maior entendimento e esclarecimento dos ensinamentos bíblicos. De certa forma a Palavra Escrita de Deus já vem sendo refutada dentro das igrejas, dando espaço ao relativismo e as tendências socioculturais.

Mas não é de surpreender a condição atual das igrejas, porque já havíamos sidos advertidos destes acontecimentos: “Porque chegará uma época quando as pessoas não ouvirão a verdade, mas andarão de um lado para outro procurando mestres que lhes digam apenas aquilo que desejam ouvir. Não ouvirão aquilo que a Bíblia diz, mas seguirão alegremente suas próprias ideias desorientadas.” (2 Timóteo 4:3-4).

Sendo Deus a supremacia da Onisciência, tem pleno conhecimento dos joelhos que verdadeiramente estão se dobrando a Ele.

“E assim por causa da vossa tradição invalidastes a palavra de Deus. Hipócritas! bem profetizou Isaias a vosso respeito, dizendo: Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim. Mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homem.” (Mateus 15:6-9)

Anúncios

Sobre Silvio L. Marcelino

Cristão (Adventista do Sétimo Dia). Tecnólogo em Marketing, Licenciado em História - Atualmente atua como Professor de História.
Esse post foi publicado em Declínio das Religiões, História Contemporânea, Mal Testemunho. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s