Palestra Levanta Reflexão Sobre Postura do Cristão na Internet

Durante o Curso de treinamento básico para diretores e líderes do Ministério Jovem, o chamado CTBDL, o pastor Luiz Gustavo Assis, responsável pelas igrejas adventistas do Sarandi, apresentou uma palestra sobre as principais preocupações que jovens cristãos precisam ter. Além de estarem atentos a assuntos voltados a vida espiritual e acadêmica, Assis abordou a importância da preocupação com a vida social, que inclui em si, a questão comportamental nos meios virtuais.

Durante a palestra, Assis levantou uma questão sobre como a liberdade aparente encontrada diante de uma tela de computador tem feito com que jovens a utilizem de maneira desprovida de propósito, muitas vezes, sendo um testemunho contrário do comportamento que possuem no cotidiano pessoal. Outro ponto destacado foi sobre como o consumo desenfreado de informações a todo o momento tem afetado a mente das pessoas, à medida que se tornam cada vez mais desinteressadas por assuntos que exigem mais concentração e tempo.

“Um dos meios de amenizar essa superficialidade gerada pelo acúmulo de informações a todo o momento é a leitura. Isto precisa ser incorporado e orientado por nós, líderes, a partir de boas referências de leitura”, afirma o pastor Luiz Gustavo.

Dinyr Santos, integrante da liderança jovem de São Gabriel, relata que não costumava utilizar o as redes sociais de maneira correta, seja pelo conteúdo publicado, tanto pelo tempo excessivo de uso. A realidade de Dinyr levou a ter uma saúde debilitada, gerando cansaço diário em atividades que necessitavam de sua energia. “Agora eu utilizo a internet apenas durante o dia e quando necessário. Com o tempo, através de orientações como essas, fui procurando acertar tudo conforme deve ser usado”, afirma.

Internauta com propósito –  Um dos slides apresentado na palestra continha o slogan “Meu Facebook é para a glória de Deus”, que consiste em uma campanha iniciada pelo pastor Filipi Modzeieski, responsável pelas igrejas adventistas da região de Cornélio Procópio, no Paraná – território da Associação Norte Paranaense – que pretende conscientizar os jovens cristãos para o uso relevante e coerente das ferramentas virtuais.

A ideia surgiu a partir de duas constatações feitas pelo pastor Filipi: a primeira diz respeito à exposição excessiva da vida dos jovens no ambiente virtual enquanto que a segunda se trata do teor de conteúdo “curtido” e “compartilhado” (entre diversas coisas, fotos e vídeos inadequados, indiretas pessoais e etc). “Tudo o que você faz na internet acaba tendo um propósito, e isso precisa ser para a glória de Deus”, reforça Filipi. O pastor também acredita que não é preciso, necessariamente, publicar conteúdo religioso o tempo todo para exaltar a Deus, mas ao menos ter “prudência e bom senso” na rede.

Desde quando ouviu uma palestra com o pastor Valdeci Junior, responsável pelas igrejas de Caxias do Sul, a secretária jovem do mesmo templo, Amanda Costa, procura tomar cuidado com o que publica, curte e compartilha na rede. “Mais e mais, as redes sociais estão fazendo parte de nossas vidas. Nós temos grandes ferramentas nas mãos, que se usadas da forma correta, podem ser uma poderosa arma para o bem”, ressalta Amanda.

Um dos integrantes da liderança jovem da Igreja Adventista do Iguatemi, Bruno Cassariego, alerta para as facilidades ligadas ao ambiente da internet, mas sem menosprezar o potencial evangelístico do meio. “Hoje, esta sendo muito mais fácil fazer qualquer pessoa entrar em contato com a Bíblia, pelas redes sociais, e ao mesmo tempo há uma facilidade grande para errar na internet. Mesmo assim, se procurarmos demonstrar na rede a alegria que o jovem cristão possui, através dos conteúdos que publicamos, isto vai despertar a curiosidade de muitos e uma hora ou outra, vão acabar perguntando algo sobre Deus para nós”, aconselha.

Boa parte das ações do projeto Geração 148 serão efetuadas com divulgação de ações nas redes sociais e em sites de compartilhamento de fotos e vídeos. A intenção da liderança jovem é, não apenas, estimular o uso das ferramentas, mas sim, utilizá-las de maneira proposital e estratégica para contato e expansão de ideais missionários.

O pastor Samuel Camilo, diretor jovem para a região central do estado – território da Associação Central Sul-rio-grandense – afirma que a geração atual precisa levar em conta, um comportamento diferente para que seus propósitos e objetivos sejam relevantes. “Devemos nos lembrar que tudo o que fazemos, vemos, ouvimos ou navegamos, vai interferir no relacionamento com Cristo. Fomos chamados para mudar esta geração, não para sermos moldados segundo seus costumes. Deus espera mais responsabilidade e cuidado ao usar estes meios”, declara.

Fonte: Portal Adventista

Anúncios

Sobre Silvio L. Marcelino

Cristão (Adventista do Sétimo Dia). Tecnólogo em Marketing, Licenciado em História - Atualmente atua como Professor de História.
Esse post foi publicado em Comportamento, Eventos, História Contemporânea, Perigos Das Mídias. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s