Internet: o Lado Virtual das Igrejas

igrejavirtualUsar a internet não é mais um luxo como foi em 1990, hoje é uma necessidade. Quem não entra nesse novo mundo é considerado excluído digital. Mesmo na esfera religiosa isso não é muito diferente.  A igreja que não usa a internet é percebida como antiga, ultrapassada e desconectada das necessidades do mundo contemporâneo.

Com o rápido crescimento das redes sociais muitas igrejas estão suavemente adotando o  Facebook, Twitter e Youtube como ferramentas para seu ministério.

Mas, não é só  isso, elas também estão usando: e-mails, blogs, podcasts, transmissão ao vivo dos cultos, orações e estudos bíblicos online.  Algumas tem permitido o acesso livre a Internet dentro do templo incentivando os membros a compartilhar o que acontece dentro, com quem está do lado de fora, desde que não interfira nos momentos de adoração.

É fato que as igrejas estão se tornando híbridas, com um ministério parte físico e parte virtual. Toda igreja, seja grande ou pequena,  tem membros que fazem uso da internet. Eles se comunicam e interagem durante a semana para  se manterem informados e organizar ações presenciais durante os cultos. Também fortalecem os vínculos de amizade nas conversas online,  se apoiam mutuamente, congratulam-se com os aniversariantes e compartilham conteúdos para alcançar não-crentes.

Um exemplo desse lado virtual das igrejas é o Contagem Regressiva transmitido pela Igreja Adventista do Sétimo Dia a cada ano, através da Internet. O objetivo do evento é conectar jovens de várias partes do mundo, de maneira informal e descontraída,  para discutir assuntos sérios relacionados às profecias bíblicas. Na ultima edição o evento reuniu 150 mil jovens de 15 países. A edição deste ano acontece entre 13 a 16 de agosto em português e 20 a 23 de agosto em espanhol. Para assistir basta acessar evangelismoweb.com .

Para a igreja que ainda não usa a Internet existem algumas dicas para envolver os membros nesse  ministério:

  1. Procure envolver os membros de acordo com seus dons. Divida o trabalho em equipes como, por exemplo,  equipes de: estratégia, conteúdo, atendimento, design e programação.
  2. Treine e eduque os membros sobre o uso correto da internet. Mesmo durante a semana cada membro precisa entender que esta pregando com sua vida e exemplo.
  3. Nomeie um coordenador.
  4. Incentive o coordenador a criar iniciativas(blogs, redes sociais, etc) não só para os de dentro da igreja, mas também para quem está  fora. Campanhas de evangelismo virtual podem ser criadas para envolver toda igreja.
  5. Ore pelas pessoas que serão alcançadas. A mensagem espalhada na Internet chega a lugares e pessoas das quais não se tem ideia.

Quando bem utilizada a Internet pode ser um poderoso meio virtual para alcançar pessoas com necessidades reais.

“Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei.” Isaías 55:11.

Fonte: Evangelismo Web

Anúncios

Sobre Silvio L. Marcelino

Cristão (Adventista do Sétimo Dia). Tecnólogo em Marketing, Licenciado em História - Atualmente atua como Professor de História.
Esse post foi publicado em Anúncios da Igreja, Ciência e Religião, Evangelismo, História Contemporânea. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Internet: o Lado Virtual das Igrejas

  1. Raminie Macedo disse:

    Olá. Gostaria de saber se este post foi escrito por você Silvio Marcelino.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s