Mudança de Planos

“O coração do homem traça o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos.” Prov. 16:9

O verso acima já era um dos meus versos favoritos, e cada vez passa a ter um significado mais especial ainda, por razões óbvias – Deus sempre tem surpresas reservadas para nós.

Alguns meses atrás, avisei que não estaria mais escrevendo aqui no blog devido a algumas mudanças que estávamos planejando fazer. Estávamos literalmente nos mudando de localização e planejando estruturar nosso pequeno ministério de maneira diferente. Mas Deus tinha outros planos…

Em novembro, fomos visitar a região em que deveríamos morar a procura de uma propriedade para alugar. Procuramos por duas semanas e não encontramos nada que suprisse as nossas necessidades. Em janeiro, voltamos para lá, desta vez já com nossa mudança e ficamos na casa dos meus pais enquanto procurávamos um lugar, mas todo lugar que encontrávamos tinha alguma coisa que não dava certo.

Eu me lembro de uma conversa que tive com meu esposo naquela ocasião. Ele me disse: “Não é estranho como já estamos de mudança e ainda não temos um local em vista para morar!” Eu disse: “É estranho mesmo, até parece que Deus tem um plano totalmente diferente para nós.” E ele comentou: “Bom, se Ele nos levar para outro lugar, pelo menos, nossas coisas já estão encaixotadas.” E até rimos diante da ideia.

Algumas semanas depois estávamos de volta ao sítio onde morávamos participando do Projeto Reviver. Conhecemos ali um enfermeiro brasileiro que mora nos EUA e trabalha em uma clínica adventista (Wildwood Lifestyle Center). Ele conversou com meu esposo sobre a clínica e disse que meu esposo deveria aplicar para trabalhar lá, pois tinha qualificações que eles estavam procurando.

Quando ouvi a ideia pela primeira vez fiquei muito surpresa e mais surpresa ainda ao ver a empolgação do meu esposo. Pensei “Como podemos ir para lá? Estamos em processo de mudança para outro estado, não para outro país!” Fiquei confusa por alguns dias e pedi para Deus me mostrar se era vontade dEle, e aos poucos Ele foi me mostrando que algumas das nossas maiores preocupações como família poderiam ser supridas em um local como aquela instituição.

Após o Projeto Reviver, voltamos para a casa dos meus pais e continuamos nossa procura por uma propriedade, mas ao mesmo tempo meu esposo enviou uma aplicação para a instituição. Foram duas semanas angustiantes para nós até recebermos a resposta. Queríamos ter certeza que estávamos seguindo a vontade de Deus. Ao mesmo tempo em que víamos boas razões para essa mudança, pensávamos na distância dos familiares, nos planos que já tínhamos feito… E foi num desses momentos de incerteza que orei e pedi que Deus se revelasse a nós, nos mostrando a Sua vontade.

Certa manhã, enquanto reclamava para Deus durante a minha devoção pessoal, olhei ao meu lado e vi na base da janela uma daquelas florzinhas que balançam com a luz do sol. Já tinha visto ela muitas vezes ali, mas pela primeira vez vi que havia um texto bíblico escrito no vasinho. Senti-me impressionada a ler o texto de Isaías 26:5 que diz: “Tu Senhor, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme; porque ele confia em ti.” Lá estava minha resposta. Eu não precisava necessariamente saber se iríamos ou não nos mudar, mas precisa confiar em Deus e permanecer em paz até que no momento certo Ele se revelasse a nós. Nosso propósito era fazer a vontade dEle, o melhor para nossa família e isso era o que importava. Aquele foi um lembrete para mim de que Deus estava no controle, e nos dias que se seguiram Deus nos deu muitos sinais do que era a Sua vontade.

Começamos a pensar que se realmente fôssemos nos mudar para os EUA, deveríamos começar a “pisar na água” para que Deus abrisse o mar diante de nós. Pensei então que o primeiro passo seria renovar os passaportes que estavam vencidos. Certa manhã, conversei com meu esposo sobre isso. Ele me disse que na noite anterior Deus tinha lhe tinha impressionado com a mesma ideia. Perguntei se teríamos dinheiro e ele disse que alguém sabendo da nossa possível mudança havia enviado uma doação e ao fazermos as contas era exatamente a quantia que precisávamos.

A partir deste momento, começamos a perceber também que as portas que esperávamos serem abertas para desenvolvermos nosso trabalho no Brasil começaram a se fechar e as portas para essa possível mudança foram se abrindo.

Poucos dias depois recebemos a notícia de que fomos aceitos na instituição então começamos a procura de passagens. Um amigo nos informou sobre um site com passagens promocionais. Conseguimos encontrar passagem para a família inteira pelo preço de uma passagem normal para uma pessoa. Emprestamos o cartão dos meus pais para comprar a passagem, enquanto isto, começamos a vender algumas coisas para pagar a compra da passagem. Quando faltavam apenas dois dias para pagarmos o cartão tínhamos conseguido metade do valor. Pedimos que Deus nos ajudasse a vender mais rápido as coisas para conseguirmos o dinheiro. Não conseguimos vender nada, mas uma pessoa muito querida (sem saber da nossa preocupação) nos deu uma doação que cobriu exatamente o valor que faltava.

Nas semanas seguintes as vendas deslancharam. Vendemos praticamente tudo que tínhamos decidido vender e mais algumas coisas que nem pensávamos, mas que conhecidos pediram e acabamos entendendo ser da vontade de Deus.

Depois de acertamos tudo e estarmos prontos para a viagem, percebemos que não levaríamos tanto dinheiro como desejávamos. E lutamos com Deus quanto esta questão e Deus foi colocando diante de nós belas promessas como a seguinte:  “Não vos inquieteis, pois pelo dia de amanhã”. Devemos seguir a Cristo dia a Dia. Deus não provê auxílio para amanhã. Não dá a Seus filhos imediatamente todas as instruções para a jornada da vida, para que não fiquem confundidos Diz-lhe apenas quanto possam conservar na memória e realizar. A força e a sabedoria comunicadas destinam-se à emergência do momento.” O Desejado de Todas as Nações, p. 313

Estamos aqui no Wildwood há um mês agora. Temos passado por muitas mudanças, adaptações e provações. Ainda não sabemos exatamente o plano de Deus para nós aqui, nem quanto tempo vamos ficar, mas temos a certeza de estar aonde Deus deseja que estejamos agora.

Vou continuar postando mensagens e testemunhos aqui, tanto quanto possível. Peço orações pela nossa família para que possamos nos manter seguros de que Deus está no controle e vamos estar orando por você que lê o blog também, para que Deus lhe abençoe e mostre a vontade dEle em sua vida.

“Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o SENHOR, porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos.” Isaías 55:8

Fonte: Pequeno Éden

Anúncios

Sobre Silvio L. Marcelino

Cristão (Adventista do Sétimo Dia). Tecnólogo em Marketing, Licenciado em História - Atualmente atua como Professor de História.
Esse post foi publicado em Na Companhia de Deus, Testemunho, Vida no Campo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s