Tábuas De Carne Do Coração

“sendo manifestos como carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de carne do coração” (2 Coríntios 3:3).

Peter Young era um jovem seminarista que estava concluindo seu curso. Antes de receber seu diploma e a indicação de sua primeira igreja, ele precisava fazer um sermão para os seus colegas de curso. Ele o fez. Ao concluir sua mensagem, o diretor do curso veio a ele e disse: “Young, eu tenho três comentários a fazer sobre seu sermão. Primeiro, você o leu. Segundo, sua leitura foi ruim. Terceiro, não vale a pena ler.”

O que oferecemos ao Senhor precisa vir do coração. O que falamos só terá valor quando as nossas atitudes forem condizentes com a nossa mensagem. Mais do que falar de Cristo, é necessário que vivamos Cristo, que brilhemos por Cristo, que a nossa alegria mostre Cristo em nós.

Qualquer pessoa pode ler um texto sobre Deus. Qualquer pessoa pode publicar um sermão sobre o Senhor. Qualquer pessoa pode pregar uma mensagem escrita, mesmo que não tenha qualquer compromisso com o Salvador. Porém, aquele que experimentou uma verdadeira conversão, que convidou Jesus para entrar em seu coração, que mostra o sorriso característico daqueles que têm o seu nome gravado nos Céus, esse é diferente e sua mensagem, mesmo que seja silenciosa, pode edificar vidas, restaurar lares e até transformar o mundo!

Como disse o diretor daquele seminário, simplesmente ler uma mensagem não vale a pena. Cristo é Vida e a mensagem de Cristo tem que ter vida. Não basta eu dizer que Jesus é o Salvador se o meu testemunho não mostra que Ele é o meu Salvador. Não posso ler que Jesus é o Senhor se eu continuo rebelde sem permitir que ele seja o meu Senhor. De nada adianta eu ler que Jesus é fonte de felicidade se meu rosto não demonstra que eu sou, verdadeiramente feliz.

O bom sermão vem do coração e não de uma folha de papel.

Fonte: Ministério Para Refletir

Anúncios

Sobre Silvio L. Marcelino

Cristão (Adventista do Sétimo Dia). Tecnólogo em Marketing, Licenciado em História - Atualmente atua como Professor de História.
Esse post foi publicado em Na Companhia de Deus, Reavivamento & Reforma, Relação Com Deus, Um Bom Conselho. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s