Por Onde Começo? Primeiros Passos Para Quem Decidiu Mudar

Conheço muitas pessoas que tem o desejo de mudar pelo menos um aspecto de sua alimentação: parar de tomar refrigerante, deixar de comer fritura e/ou doces, aprender a comer frutas e vegetais, parar de comer carne… E o que é comum a essas pessoas é a dúvida de como implantar essas mudanças em suas vidas.

Implantar melhorias em nosso regime alimentar sempre é benéfico, mas a mudança precisa ser gradativa: lembre-se que você vai alterar hábitos adotados há anos, e uma mudança brusca pode prejudicar sua saúde.

O ponto principal para quem deseja implantar mudanças em seu regime alimentar é a informação. Digo isso porque muitas pessoas, por simplesmente deixarem de comer determinados alimentos, esquecem que precisam substitui-los por outros que forneçam os nutrientes semelhantes e acabam ficando doentes.

Procure se informar quanto aos alimentos que melhor substituem (em termos nutricionais) aqueles que você quer deixar de consumir. A tabela abaixo poderá ajudá-lo:

O segundo ponto importante a ser considerado é que a mudança deve ocorrer de forma gradual, porém deve acontecer. Se hoje você come todos os tipos de carne, experimente deixar a carne vermelha; no mês seguinte, deixe a carne branca; no próximo mês, os ovos. Prepare seu corpo para mudar; caso contrário, ele sentirá falta dos alimentos e você pode trazer prejuízos para sua saúde: fraqueza, anemia, queda de cabelo, pele enfraquecida e quebradiça, etc.

Algo muito importante para quem decidiu melhorar seus hábitos é abrir seu paladar para novos sabores e texturas. A consistência e sabores dos alimentos que você passará a injerir, como carne de soja, tofu, leguminosas, leites vegetais, etc, é bem diferente das opções de origem animal. Por isso, não tenha preconceito de experimentar as opções vegetais. O processo de mudança de regime alimentar nada mais é do que abandonar velhos hábitos e construir novos. E a construção de novos hábitos requer disciplina e esforço da nossa parte. No início, você pode estranhar os novos alimentos, mas em pouco tempo você passa a se acostumar com eles, e eles se tornam tão apetitosos como os antigos.

Outro fator importante é aprender a cozinhar. Quando optamos por mudar nosso regime alimentar para uma alimentação vegetariana e saudável, isso não significa que os demais membros da família adotarão o mesmo cardápio. Pense na dificuldade de uma dona de casa onívora, que não conhece nada sobre vegetarianismo, ver-se obrigada a preparar pratos vegetarianos para um membro da família. Por isso, cabe ao vegetariano a responsabilidade pelo preparo de sua alimentação. Isso garante que o vegetariano teste receitas, e veja as que melhor vão atender as suas necessidades nutricionais, de tempo e paladar.  Além disso, o vegetariano que cozinha desperta a curiosidade das outras pessoas, quebrando assim possíveis preconceitos quanto à sua opção alimentar.

E o mais importante de tudo: busque o auxílio de Deus. Mudar hábitos cultivados durante toda uma vida é bem difícil, mas Deus pode lhe dar a força, a paciência e a determinação para que você alcance este objetivo em sua vida. Apresentar-nos saudáveis diante de Deus é uma forma de honrá-LO, e certamente Ele terá prazer em lhe ajudar nessas mudanças.

Pense nisso, e implante as mudanças a partir de agora.

Fonte: Tudo Para Vegetarianos

Anúncios

Sobre Silvio L. Marcelino

Cristão (Adventista do Sétimo Dia). Tecnólogo em Marketing, Licenciado em História - Atualmente atua como Professor de História.
Esse post foi publicado em Alimentação, Saúde, Temperança. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s